Quarta-feira, 22 de Junho de 2011

A PROPÓSITO DA POSSE DO GOVERNO SEM MINISTRO DA CULTURA

Dia 21 de Junho foi o solstício do Verão, gostaria de partilhar com quem lê os meus despretensiosos apontamentos e a propósito do enunciado no título, excerto duma carta de Manuel Laranjeira, escritor e médico que nasceu em 1877 na Vila da Feira, e se suicidou em 1912 em Espinho, remetida a Miguel de Unamuno, filósofo e professor catedrático da Universidade de Salamanca, grande conhecedor e amigo de Portugal, anti -franquista que nasceu em 1864 na cidade de Bilbau e faleceu em 1936 na "Salamanca (que) apascenta as raízes da minha alma". O texto epistolar é o seguinte :

 

..."O mal da minha terra,amigo, não é a demagogia: é a inépcia. Em Portugal não há demagogia: falta-nos fanatismo cívico para isso. Em Portugal o que há é uma inverosímil colecção de idiotas. A demagogia é um mal, como tudo o que é sectarismo; mas é um mal que pode ser combatido e destruído. A imbecilidade, essa é que é um inimigo invencível. Fez-se a revolução. Foi uma verdadeira revolução? Não, foi apenas um povo que mudou de traje. Por dentro estamos na mesma. O nosso grande mal é pensar como aqueles indivíduos que se  julgam hipercivilisados, só porque andam vestidos pela última moda de Paris.

A revolução política para ser fecunda tinha de ser acompanhada dum revolução intelectual que não se fez, nem há indícios de fazer-se. O povo português apresenta-se ao mundo civilisado por fora, e o que é preciso fazer, o que é urgente fazer, é civilizá-lo por dentro. Mas nisso ninguém pensa, tão convictos estão todos de que para civilizar um povo basta fazer-lhe mudar de gravata.

Eis precisamente o nosso mal: é ninguém sentir necessidade de fazer CULTURA, é ninguém compreender que a inteligência é o grande capital dos povos

modernos e a CULTURA a mais fecunda das revoluções. Somos incultos, mas esse não é o mal irremediável: o mal irremediável é a inépcia, é ninguém ter a compreensão (ou o pressentimento sequer) do que seja-a CULTURA. O terrível é não sentirmos o desejo de ser civilizados e contentarmo-nos só em parecê-lo.

E senão veja o governo da República acaba por exemplo de decretar a fundação de mais duas Universidades, uma em Lisboa, outra no Porto, quando o que havia a fazer, antes de tudo, era demolir aquela que existe. Três Universidades numa terra onde mal se podem arranjar professores para uma só!

Um dos flagelos de Portugal era o analfabetismo do povo: agora chove-nos mais esta praga - o analfabetismo dos doutores. E é assim que a inépcia desta gente confunde CULTURA com diploma e julga  que para civilisar o povo basta infectar o país de diplomados. Quanto á inteligência, essa em Portugal continua a valer o mesmo - nada"

Esta carta é datada de 1911, decorridos 100 anos parece que pouco mudou. Sem comentários cada um fará o seu juízo. Quando me ocorreu escrever este "post" à sombra dum florido castanheiro da quinta grande de Meleças, pensei terminá-lo com uma citação de Unamuno:

"Cristo nosso, Cristo nosso! Porque nos abandonastes."

 

sinto-me:
Publicado por Júlio Cortez Fernandes às 12:51
Link do post | Comentar

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
16
18
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

SIGNIFICADO DO TOPÓNIMO ...

GUARDIÃO DA ALDEIA

AQUI OS PINHEIROS BRAVOS ...

LOUREIRO NO PARQUE

PLÁTANOS ALAMEDA SENHORI...

ÁRVORES NOTÁVEIS DO PARQU...

O CEDRO DA RUA DA FONTE -...

MOINHO DE MARÉ DA SAMARRA

MORADA DO GUERRILHEIRO

A FLORA DA RINCHOA DURANT...

Arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

tags

todas as tags

Favoritos

RESOLVER "ENIGMA" RELACIO...

BEM FADADO OU MAL FADAD...

Links sobre o autor

Fotografia do Cabo da Roca: Jason Weaver
blogs SAPO

subscrever feeds