Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012

UM ACTO DE VANDALISMO-GRAÇA MORAIS NÃO MERECIA!

No post que publicamos em 29 de Julho de 2007, manifestamos o nosso descontentamento pelo estado de abandono em que se encontra o painel de autoria da ilustre figura da cultura portuguesa, que é GRAÇA MORAIS, colocado na zona envolvente da estação ferroviária de Rio de Mouro, no município de Sintra.

Há poucos dias colocaram iluminação numa das componentes da obra de arte, que está nas paredes do viaduto do caminho de ferro. Pensámos: finalmente, vale mais tarde que nunca! Verificamos hoje que era melhor terem ficado quietos, porque:

OS TUBOS COM OS CABOS ELÉCTRICOS, AS CAIXAS DE APARELHAGEM E AS BRAÇADEIRAS DE FIXAÇÃO, foram instalados directamente sobre os AZULEJOS DO PAINEL, vandalizando assim a obra de GRAÇA MORAIS!

Não há palavras para tamanho atentado à cultura. Quem tem culpa? Não sei, mas daqui lanço um apelo reparem rapidamente esta asneira, para continuar a ter esperança que em Portugal ainda é possível acreditarmos nas instituições. Estou muito indignado! Se estiverem de acordo os que visitam este "blog" protestem.

Obrigado

 

 

sinto-me:
Publicado por Júlio Cortez Fernandes às 16:21
Link do post | Comentar
132 comentários:
De Pedro Macieira a 23 de Fevereiro de 2012 às 17:58
Lamentável.
Irei divulgar no meu blogue
De Júlio Cortez Fernandes a 23 de Fevereiro de 2012 às 18:38
Caro Pedro, Obrigado.

Parece impossível,nem queria acreditar.
De eduardo a 23 de Fevereiro de 2012 às 22:35
Isso não é nada comparado ao que os tipos da PTCOMUNICAÇÕES fizeram há uns anos no mosteiro da Batalha...espiaram um cabo de telecomunicações diretamente ao ponteiro do relogio de sol do Mosteiro da Batalha, estamos a falar de um relogio de Sol com mais de 500 anos e que até tem sido objeto de teses de doutoramentos em historia. Felizmente a situação acabou por ser reposta!
De Júlio Cortez Fernandes a 23 de Fevereiro de 2012 às 23:08
Caro Amigo
Infelizmente este caso não é único, no entanto magoa sempre. Calar nunca
Um abraço
Júlio cortez fernandes
De Maria a 24 de Fevereiro de 2012 às 12:33
É a ignorância que grassa neste país em todas as àreas...
De jubamurcha a 24 de Fevereiro de 2012 às 19:11
Esta não lembra ao diabo!
É o povo que temos. É a educação que se lhe deu!
É assim por todo o País.
Em Viana do Castelo agarram espias de aço , pelas festas da cidade, aos umbrais de granito, onde lhe fizeram uns furos, com a conivência da CM, a um dos monumentos mais emblemáticos da cidade, a centenári Escola da Avenida.
Tem sido a minha luta de há anos a esta parte. Sem resultados!!!
De manuel a 24 de Fevereiro de 2012 às 16:49
neste Portugal,até os inquilinos fazem nos ajulejos mais que um furo em cada um,tanto nas casas de banho como nas cozinhas...isto já é vicio...mas foi muito besta o gajo que fez esta porcaria...pode não ter sido um técnico,mas algum artista de domingo...que grande nabo...
De Eliseu fernandes a 24 de Fevereiro de 2012 às 17:22

É o estado a que o país chegou. Já nem a cultura escapa.
è tudo uma cambada de analfabetos.
De a.Pinto a 24 de Fevereiro de 2012 às 18:25
Nao tarda muito ha-de vir um Expert ( Chico Esperto em traducao portuguesa) a dizer; '' Se calhar era melhor ficarem sem luz"............a falta de cultura neste Pais e a ignorancia paga-se caro. E SO
De luis a 24 de Fevereiro de 2012 às 22:27
boa noite ,,, isto e o aspecto da cultura em portugal ...
alias durante muitos anos , a nossa cultura sempre foi assim .. alias em toda a cultura .. agora que fez isso a esse quardo devia era de prdir perdão publica . para todo o portugal saber que nao se destroi cultura que e nossa .. por mim são culpados
De Anónimo a 23 de Fevereiro de 2012 às 22:55
Provavelmente os inteligentes que fazem destas coisas,bem como os que as deixam fazer, até acreditam que melhoraram o painel. Da mesma forma os inteligentes da CP que deixam os tubos de iluminação ou de comunicação ao longo de toda a margem direita do rio Douro, um dos maiores e mais belos painéis naturais de Portugal, ao longo de todo o percurso da mesma linha devem pensar que melhoram o património da humanidade. Bem aventurados os pobres de espírito alimentados da santa ignorância.
De Anónimo a 23 de Fevereiro de 2012 às 23:32
http://www.sosazulejo.com/home.php
De Anónimo a 23 de Fevereiro de 2012 às 23:34
EM DESTAQUE NO SAPO:
http://www.sapo.pt/#!/noticias/local
De Anónimo a 23 de Fevereiro de 2012 às 23:37
Infelizmente acredito que nem sequer pensaram que se tratava de um painel artístico. Para quem colocou o equipamento tratava-se de um revestimento igual ao de qq casa de banho.
E nem é culpa desses mas de quem mandou e não se preocupou.
De Carlos Gomes a 23 de Fevereiro de 2012 às 23:47
Se o Teatro Nacional alterou a sua traça arquitetónica ao serem colocadas marquises de alumínio e vidro a fechar as arcadas e ninguém reclamou, porque raio um ignorante eletricista haveria de conhecer os azulejos de Graça Morais?!...
De Artur Cabral a 24 de Fevereiro de 2012 às 01:39
Sr. Carlos Gomes: Esclareço desde já que não sou electricista. Mas pertenço aquele grupo cada vez mais diminuto que não tem curso superior. E senti-me ofendido por ter chamado"ignorante electricista" ao sr. que fez este lindo serviço. Por acaso já reparou que este país é regido por pessoas com cursos superiores? E vemos como este nosso Portugal está! Pois provavelmente ele só executou o que um Sr. Engº Electrotécnico o mandou fazer!
Santa paciência!... A cultura e a inteligência não têm que ver com as profissões, muito menos com o grau de instrução. É por causa destes preconceitos básicos que os srs. doutores, aqueles que tiveram oportunidade de tirar um curso superior, olham sempre de soslaio para quem nunca teve essa oportunidade, esquecendo-se que foram as "ignorantes empregadas de limpeza" que lhe limparam o pó das cadeiras onde eles se sentavam para assistir as aulas.
De Carlos Gomes a 24 de Fevereiro de 2012 às 08:01
Sr Artur Cabral,
Todos nós somos ignorantes em muita coisa... eu, por exemplo, sou ignorante em matéria de eletricidade. Pode crer que faria uma grande borrada se me encomendássem uma instalação letrica a sério. Compreendo que muitas pessoas entendem a palavra num sentido mais lato mas não foi meu propósito ofender ou sequer desconsiderar quem exerce um ofício. De resto, partilho da sua opinião de que muitos "doutorados" são verdadeiramente ignorantes. Se reparar na primeira parte do meu comentário, facilmente perceberá isso e, então, entenderá que a intenção foi precisamente realçar a incompetência não do eletricista mas de quem decide sobre o nosso património. Tal como em tempos foram destruídos os azulejos que se encontravam na fachada da loja do "Diário de Notícias", no Chiado. Aproveito também para referir o "desaparecimento" dos azulejos que se encontravam na fachada da escola primária, em Rio de Mouro (Velho).
Em todo o caso, admitindo que não entenda a razão porque utilizei esta forma de passar a mensagem e uma vez que se sentiu ofendido, peço-lhe a devida desculpa a qual é extensível a todos os eletricistas.
De Artur Cabral a 24 de Fevereiro de 2012 às 09:17
Sr. Carlos Gomes: Entendi o que quis dizer. Só acho que a mensagem terá sido mal passada ou sujeita a má interpretação da parte de quem a possa ler. De qualquer forma e visto que teve a humildade de pedir desculpas por aquele fato (ou facto como se escrevia há uns tempos atrás), agradeço a resposta e louvo-lhe a educação de ter escrito um esclarecimento, sem os habituais insultos e provocações a que hoje em dia estamos habituados a ler nestas páginas aos interlocutores que acham que a sua ideia é a melhor do mundo. Fico contente com a sua actuação. Abraço sincero. Artur Cabral
De JohnnyMary a 24 de Fevereiro de 2012 às 09:44
Sr. Carlos Gomes,

Com o devido respeito, facto continua a escrever-se facto :)))

Cumprimentos
De JohnnyMary a 24 de Fevereiro de 2012 às 09:47
Sr. Carlos Gomes

Peço-lhe desculpa, o meu comentário era dirigido ao Sr. Artur Cabral.

Cumprimentos :)))
De Ernesto a 24 de Fevereiro de 2012 às 17:32
Meus caros senhores, ainda ninguém falou nos serviços camarários que fiscalizam e autorizam estas obras. Vamos lembrar que o primeiro responsável deste desastre é o Eng.º que trabalha na Câmara , se tiver uma planta das obras a preservar na Autarquia a gravidade da situação é ainda pior. Sr. Presidente da Câmara de Sintra proceda como fez no dia de carnaval.
De Joaquim Gil a 24 de Fevereiro de 2012 às 09:54
O Artur Cabral não é electricista, mas eu sou, e na qualidade de directamente atingido, faço a defesa do Sr. Carlos Gomes, o adjectivo "ignorante" refere-se a algo que se ignora, e como ainda não nasceu aquele que sabe tudo, é de admitir que todos temos um lado de ignorantes, será que o próprio Carlos Gomes não é também um ignorante, em termos de electricidade?
De ANA a 24 de Fevereiro de 2012 às 12:26
ADOREI O Q LI ... MTO BEM DITO
De Tás maluco a 24 de Fevereiro de 2012 às 16:17
Muito bem respondido. Um electricista, pode não conhecer os azulejos de Graça Morais, mas sabe com certeza muito mais da vida, que certa gente que anda por ai armados em doutores, e que no fim de contas, os cursos são tirados ao fim de semana, e pagos na entrega do diploma, e acabam por ser eles que mandam nos electricistas...
De mario gouveia a 24 de Fevereiro de 2012 às 07:41
em primeiro lugar, não é o facto de ser electricista que o torna ignorante (isto é um conceito da idade média). em segundo lugar e pior é que foi alguma equipa de engenheiros e aqui com a devida vénia já não serão ignorantes, o que é bem mais grave, que decidiu aquilo.
que todos os danos ao património fossem feitos pelos electricistas ( os tais que são sinónimos de ignorantes)
De Jorge Soares a 24 de Fevereiro de 2012 às 09:55
Mário, infelizmente nos tempos que correm, um curso de engenharia já não é sinónimo de cultura, o facto de serem engenheiros não implica que não sejam ignorantes, tal como ser electricista não implica que o seja... o que mais há neste país é engenheiros que na realidade são analfabetas funcionais.... e isso explica muitas coisas ....

Jorge Soares
De Carlos S. a 24 de Fevereiro de 2012 às 10:13
Bom dia a todos.
Só quero lembrar que não é por se ser engenheiro que se deixa de ser ignorante. À uns anos atrás, na altura em que o Governo era chefiado por António Guterres, estava um seu secretário de Estado (não me lembro da pasta) que teceu o seguinte comentário ao seu homólogo alemão, em frente ao campo onde decorreu a Batalha de Aljubarrota.
- Aqui neste campo foi onde decorreu a célebre Batalha dos Portugueses contra os Mouros!!!!.
Este senhore que proferiu tamanha BARBARIDADE, não sei que grau académico é que tinha, mas era secretário de Estado e um grande, mas mesmo garnde ignorante. Mas o pior nem é ele não saber contra quem foi a Batalha de Aljubarrota. O pior é que é este tipo de gente que nos governa.
De Zeca Guedes a 24 de Fevereiro de 2012 às 15:09
Sr. Carlos S., não me leve a mal porque faço este comentário com a melhor das intenções e sem qualquer sentido pejorativo, mas na sua frase "À uns anos atrás ..." a palavra "À" escreve-secom "H".
De rosario fontinha a 24 de Fevereiro de 2012 às 21:04
tudo isto acontece, porque todos nós não fazemos nada para mudar este tipo de situações. Assistimos a uma televisão cada vez mais pobre em relação a programas educativos e em vez dos ditos programas dão-nos a todas as horas telenovelas e outro tipo de programas de entretenimento que mais não fazem senão empobrecer ainda mais os nossos neurónios.
A propósito Sr. Carlos S; na sua expressão "À uns anos", este À é uma forma do verbo Haver e como tal escreve-se "Há" não veja na minha nisto qualquer melindre. rosário
De ANA a 24 de Fevereiro de 2012 às 12:31
o comentario do mario Gouveia , mto bem respondido
De Pedro Macieira a 24 de Fevereiro de 2012 às 00:16
http://riodasmacas.blogspot.com/2012/02/painel-de-azulejo-de-graca-morais.html
De Francisco a 24 de Fevereiro de 2012 às 00:24
Aquilo está ali com um propósito: iluminação.
Não tenho nada contra.
Se incomoda muito, arranjem alternativas, e façam no.
Como se fosse eu a dizer o que têm de fazer ou não... xD
De Paulo a 24 de Fevereiro de 2012 às 00:47
Por acaso, até sabiam o que faziam porque nota-se que o cabo foi colocado estrategicamente seguindo o desenho.
Realmente, gastavam mais uns metros de cabo e tinham colocado estas iluminações passando mais despercebido.
De carlos guerreiro a 24 de Fevereiro de 2012 às 02:00
se neste pais não se respeita os seres humanos como se pode ter sensibilidade para proteger uma obra de arte

Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
16
18
21
22
23
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

MOTIVO DE SATISFAÇÃO

SIGNIFICADO DO TOPÓNIMO ...

GUARDIÃO DA ALDEIA

AQUI OS PINHEIROS BRAVOS ...

LOUREIRO NO PARQUE

PLÁTANOS ALAMEDA SENHORI...

ÁRVORES NOTÁVEIS DO PARQU...

O CEDRO DA RUA DA FONTE -...

MOINHO DE MARÉ DA SAMARRA

MORADA DO GUERRILHEIRO

Arquivos

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

tags

todas as tags

Favoritos

RESOLVER "ENIGMA" RELACIO...

BEM FADADO OU MAL FADAD...

Links sobre o autor

Fotografia do Cabo da Roca: Jason Weaver
blogs SAPO

subscrever feeds