Sexta-feira, 4 de Julho de 2014

"Sons de sino"

As alterações sociais verificadas nos últimos trinta anos a urbanização acelerada dos aglomerados, com influencia no aumento dos delitos contra a propriedade, roubos e vandalismo, motivou tomada de medidas preventivas para defender os bens patrimoniais da rapina dos larápios. O acervo de imagens sacras das igrejas algumas de grande valor monetário e incalculável "afecto" dos fiéis, tem sido presa dos gatunos. Recentemente os artigos metálicos desaparecem furtados por gangs que as autoridades diligentemente procuram desmantelar.  Amiúde subtraído dos campanários o sino acaba vendido inteiro ou derretido.

Na vida das populações, o som marcava o ritmo do quotidiano, espécie de instrumento utilizado no chamamento divino e cívico, daí a sua relevância paroquial e eclesial. No decurso da ditadura do Estado-Novo salazarista (1934-1974), numa lição do livro único da  primeira classe do ensino básico ou primário, procurava incutir-se nas crianças respeito pelas mensagens veiculadas pelo toque do sino. Na página 88  pode ler-se: "Obedientes à voz do sino, homens mulheres e crianças acodem à igreja para assistirem á missa".No começo e findar o dia  tocavam trindades ou avés maria, falecia alguém,o sino do templo anunciava o infausto acontecimento, dando os "sinais". Tocava a rebate em caso de incêndio desastre ou tumulto. As reuniões camarárias conhecias o povo quando soava o sino privativo dos paços do concelho. daí o termo: reunir a "toque de sino". Os regimes autoritários aproveitavam, como forma de inculcar ideologia, o carácter de "mando" infelizmente ligado ao tanger sineiro.Presente no imaginário aldeão,o genial Fernando Pessoa,num dos seus poemas ,designou o sino de um os templos do sítio Lisboeta do Chiado,"sino da minha aldeia". 

Apesar da mudança ainda existem comunidades onde o sino alcandorado no arco campaniço, toca para assinalar os actos litúrgicos, o da imagem antigo de dois séculos "reside" algures no Concelho de Sintra, distrito de Lisboa Portugal . Oxalá não seja necessário retirara-lo para evitar furto. Continue a tocar e a "voz" produzida pelo badalo no bronze estabeleça ,simbolicamente, comunicação entre o céu e a terra.

 

sinto-me:
Publicado por Júlio Cortez Fernandes às 12:53
Link do post | Comentar

Mais sobre mim

Pesquisar neste blog

Julho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

" MEU " SECULAR CASTANH...

HOSPITAL DE SINTRA. "HOSP...

TROÇO "SECRETO" DO AQU...

ALMOÇO DE " EVITA " PÉRON...

TOPONÍMIA SINTRENSE - JAN...

AS " POMBINHAS " DA C...

"AVÔ" DOS PLÁTANOS DO MUN...

TRAGÉDIA NA ESCOLA DE AVI...

PREGOS "UP TO DATE" SEM...

POMBAL "MISTERIOSO".

Arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

tags

todas as tags

Favoritos

RESOLVER "ENIGMA" RELACIO...

BEM FADADO OU MAL FADAD...

Links sobre o autor

Fotografia do Cabo da Roca: Jason Weaver
blogs SAPO

subscrever feeds