Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo de novo a Ocidente

MAIS UMA NOTÁVEL ÁRVORE DESCONHECIDA DE SINTRA

Na aldeia de D. Maria freguesia de Almargem do bispo no concelho de SINTRA, povoação que alguns anos atrás ocupou os meios de comunicação social  por questões relacionadas com a falta de saneamento básico, existe um recanto de simples e tocante beleza no qual além dos moradores poucos reparam. Os inúmeros automobilistas que diariamente transitam pela rua principal vão com demasiada pressa passam  sem verem.

Estamos a referir o ADRO DA CAPELA DE NOSSA SENHORA DO MONTE DO CARMO, neste local encontramos um conjunto harmonioso entre o sagrado e o profano.

Em tempos idos D. Maria era frequentada no Verão por gente de Lisboa, o Adro devia ser ponto de encontro dos veraneantes. O Adro além da Capela tem um elegante cruzeiro de mármore. A construção do templo é do século XVIII.

Curiosamente entre o cruzeiro e a Capela bem no meio do recinto está plantado um FREIXO. Como esta árvore  significava entre os Gregos   firmeza porque da sua madeira se faziam as hastes e as lanças, parece que os construtores da capelinha quiseram  demonstrar o carácter inabalável da sua fé ao deixar no local um FREIXO.

O espécime tem um robusto e vigoroso tronco. É um exemplar multi-secular  deveria ser declarado de interesse público, para mais o FREIXO segundo antigas lendas "simboliza a perenidade da vida, que nada poderá destruir". Esta notável árvore e a sua envolvente merecem uma visita, porque são um dos vários encantos ainda pouco conhecidos, do território Sintrense.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D