Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo de novo a Ocidente

SITIO QUE JÁ FOI UMBROSO

Parece algumas vezes por ocorrências trágicas que se vão verificado amiúde, determinados sítios,são cobertos por assombramento.

Na antiga estrada Lisboa Sintra, adiante da paragem do Alto do Forte,entre Rio de Mouro e Ranholas,diversos factos de final infeliz ali verficados,contribuíram para dar má fama aquele, durante seculos, um ermo.

O primeiro desses eventos , falecimento súbito de uma senhora viajante; sentiu-se mal, devido a solidão do lugar não foi possível socorro; seus filhos em memória desse infausto acontecimento, mandaram erigir  cruzeiro que ainda lá existe.

No livro Mistério da Estrada de Sintra, de Eça de Queiroz e Ramalho Ortigão, colocam inicio do enredo a " meia distancia do caminho entre S.Pedro de Sintra e o Cacém,  num ponto que não sabemos o nome (...), sitio deserto como todo caminho através da charneca".Sem dúvida no trecho do caminho que identificamos.

Na década de 1930, acidente de automóvel perto do local onde funcionou durante muito tempo a estalagem " A Toca ", vitimou  jovem e talentoso escultor Roque Gameiro, e sua esposa. Este artista natural da Amadora era filho do celebre aguarelista do mesmo apelido.

No romance de José Cardoso Pires " A Balada da Praia dos Cães", o crime que serve de temática da obra, foi prepertado também por estas bandas.

Não sabemos  assombração já terá  passado; que dá que pensar lá isso dá... 

zeiro.JPG

  

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D