Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tudo de novo a Ocidente

A ELECTRIFICAÇÂO DA FERROVIA DE SINTRA -1955/1956

A propósito do título deste apontamento a revista "GAZETA DOS CAMINHOS DE FERRO", de 1 de Fevereiro de 1955 publicava o seguinte:

 

"Dentro de breves semanas iniciam-se os trabalhos da electrificação da linha de Sintra. A histórica vila, que foi residência de reis e princípes está de parabéns. De parabéns está também a população de Lisboa, principalmente aqueles que só podem viajar aos domingos,porque vai ter transportes mais rápidos e mais frequentes para um dos pontos mais encantadores do País.

Ao longo da linha criaram-se risonhas povoações,como essa adorável Rinchoa a que Leal da Câmara tanto quis.

Se foi D.Afonso Henriques que tomou Sintra aos mouros, a C.P., com a electrificação da linha, faz simbolicamente,a sua reconquista,aproximando-a mais de Lisboa."

 

É uma prosa deliciosa, que exemplifica  porque  muita gente escolheu a Rinchoa para viver, há poucas décadas, antes da passagem de bandos de "patos bravos"  que nidificavam lote a lote. Era ainda mais agradável do que hoje. Apesar da "malidiscência" de espécimes "feduncíos" que deixamos de ouvir mas supomos ainda existam, a cidade de Sintra pelo seu potencial económico cultural e humano será a grande urbe portuguesa dos próximos tempos.

A electrificação, mais do que a construcção do Caminho de Ferro ,esteve na origem do "boom" urbanístico dos anos 60 do sec.XX. A passagem do comboio a vapor, no túnel do Rossio, era muito incomoda para os passageiros, com a electrificação concluída em 1956 isso acabou, viajar para Sintra a partir daquela estação  ficou mais facilitado. No presente Lisboa bem precisa que a "recuperem", porque a nossa bela Cidade está muito diferente, para pior,do que há 10 ou 15 anos. Quanto a Sintra e à Rinchoa, vão resistindo aos calhaus que atiram os zollos dos seus inimigos, como dizia Bocage, e o mesmo número da "GAZETA", curiosamente cita. 

 

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D