Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tudo de novo a Ocidente

OS RINCHOEIROS VOLTAM A CRESCER NA RINCHOA

Escrevi sobre o verdadeiro significado do topónimo "RINCHOA", "nos anos 60 os professores J.Amaral e M.L.Rocha detectaram exemplares de pereiras bravas junto da estrada 249 na Abrunheira. Ficou assim demonstrado que as pereiras bravas se dão nesta região". Já depois de ter publicado o resultado da minha pesquisa, diversas pessoas habitantes da nossa terra, há muitos anos, deram-me razão, afirmando ser vulgar nos seus tempos de criança encontrarem-se pereiras bravas em algumas encostas.

Para mim não restavam duvidas sobre este facto e, da verdade sobre o que quer dizer Rinchoa. Quem investiga nunca pode parar as suas buscas! Tinha a convicção de vir a descobrir mais Rinchoeiros, para além do existente junto a uma vivenda em obras na Avenida D.João II, entretanto derrubado pelo proprietário do terreno. Assim sucedeu, num dos habituais passeios pela Rinchoa, na encosta do Alto da Rinchoa onde situam os reservatórios de água dos Serviços Municipalizados de Água de Sintra (SMAS), encontrei entre carvalhos e sobreiros um conjunto de três Rinchoeiros.

 

 

Como se pode observar, têm um bom aspecto vegetativo ; pelo aprumo dos caules é fácil compreender a utilização que  era dada, antigamente, como cabos de ferramentas agricolas, o que muito contribuia para o seu abate.

Mas a vegetação tende a ocupar os solos onde melhor se desenvolve e por isso os rinchoeiros estão de volta ao seu habitat de sempre, e se os protegermos dentro de poucos anos existirá um pequeno bosque destas árvores e a Rinchoa voltará a ter mais  plantas como as que lhe deram o nome. Para mim, este foi um achado gratificante,  espero, alegre todos os RINCHOENSES e os amigos da NOSSA TERRA.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D