Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tudo de novo a Ocidente

POMBAS MENSAGEIRAS NAS QUINTAS DE SINTRA

Antes da instalação do telégrafo nos finais do Século XVIII, meio de comunicação mais usual eram pombos correios. Estas aves "habitavam" em instalações designadas: pombais.

Os proprietários das quintas mais opulentas dispunham deste modo de comunicar, para estarem ao corrente dos acontecimentos, normalmente ocorriam quer na capital do reino, ou sede do Município. As quintas sintrenses, além de locais de veraneio e descanso, por vezes, também serviam de morada a funcionários importantes, por exemplo o Juiz de Fora. Um dignitário desta função chegou a residir em Rio de Mouro, freguesia desde sempre "termo da vila de Sintra" na antiga quinta da fonte.

Aqui existiu pombal  actualmente decrépito. Construído na década de 70 do século XVIII apresenta  forma arredondada,  a mais comum.Ainda são visíveis  aberturas para entrada e saída das "mensageiras".

P3215199.JPG

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Júlio Cortez Fernandes 13.06.2017 01:38

    Margarida Pereira.
    Grato pelas palavras de incentivo.Tenho consciência produzo trabalho útil.Em certas ocasiões fico triste, se os detentores do poder tivessem interesse na temática que defendo,já teriam mandado chamar atenção para este "blog", digo sem falsa modéstia.
    Enfim. Um abraço
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Links

    Curiosidades sobre o autor

    Comentários - Alvor de Sintra

    Quadros para crianças

    Sites e Blogs de Interesse

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2007
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D