Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo de novo a Ocidente

VAMOS AO SENHOR DA SERRA - ROMARIA DE ARROMBA PARA O LADO DE BELAS

 

Durante mais de um século romaria do Senhor da Serra, se realizava em redor da ermida do mesmo nome junto a vila de Belas no Concelho de Sintra, era a mais frequentada dos arredores de Lisboa.

Até no jornal da região beiroa, de onde sou natural,servia de tema para noticia.

Resido no Município de Sintra há mais de 45 anos, é muito mais do que metade da existência, daí gostei de ter encontrado no meu acervo arquivístico esta " memória, que gostosamente partilho.Acontecimento de uma segunda-feira, no longínquo 1913, nos primórdios do regime Republicano

asserra.jpg

 

 

PARA " ÁGUAS " EM CASAL DE CAMBRA

Casal de Cambra actualmente, freguesia no concelho de Sintra, situa-se num território onde se verificaram profundas transformações ao longo de pouco mais de um século, local de viligiatura dos cónegos da câmara eclesiástica de Lisboa -  "celeiro" das freiras de Beja - maior aglomerado de génese ilegal da Europa, recuperado com esforço e "cabedais" de moradores e Município.

Durante meio século, pela fama de propriedades curativas das águas, ali afluíam multidões procurando alivio dos padecimentos. Nos primórdios do regime republicano.

dg.jpg

Publicava legislação que outorgava o alvará de concessão permitindo exploração das águas medicinais existentes na localidade.

aguascamara.jpg

Note-se  documento refere: "Casais de Câmara" por isso a concessionária era denominada por:  "Empresa das Aguas de Casais".

Vestígios do balneário, podem ainda ser observados no jardim de Casal de Cambra no "Parque 25 de Abril". Na época que muita gente rumava  as nascentes, era frequente ouvir-se em Lisboa: "vou a águas para Casal de Cambra ".

A importância do manancial,  relevante , daí ser referenciada nas cartas geográficas concelhias. 

acambra1.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D