Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo de novo a Ocidente

A MAGNÓLIA SINAL DE NOVO TEMPO

A magnólia plantada na Calçada da Rinchoa na Freguesia de Rio de Mouro, município de Sintra Área Metropolitana de Lisboa, está em plena floração pela primeira vez. As belas flores são regalo para quem observa.

A planta da variedade magnólia fiiliflora, simboliza pela sua beleza e porte a dignidade.  Aqueles que exercem o poder além de cuidarem de melhorar as condições materiais seus “governados”, devem porfiar para o quotidiano ser também, convidativo a permitir, pequenos momentos de fruição do belo.

A junta de freguesia de Rio de Mouro, onde habito há quatro décadas tem finalmente no executivo liderado  por  Bruno Parreira, natural da freguesia, gente que se preocupa com este aspecto, além de mandar plantar árvores bonitas  têm promovido  arte urbana em locais públicos da autarquia, pinturas executadas por talentosos "grafiteres"  que embelezam muros,que doutro modo teriam aspecto agressivo e descuidado, sujos de “gatafunhos”.

 Não sou jovem mas acredito sinceramente na capacidade e audácia das novas gerações, sem dúvida farão melhor que a minha geração. É assim a natureza das coisas. Como escreveu Serafim Ferreira “antes que os castre o exílio que corram ao promontório os mais jovens da tribo” e… plantem magnólias e mais flores porque as pessoa precisam de beleza, e esta só poderá surgir dos que têm sabedoria e intenção genuína de servir a população que neles confiou.

P2103802.JPG

 

CRIAÇÂO ARTÍSTICA DE GRAÇA MORAIS FINALMENTE ESTIMADA

Acerca do mural de azulejo obra da Pintora Graça Morais, colocado junto à estação ferroviária de Rio de Mouro Rinchoa, escrevemos neste espaço, diversos apontamentos sobre o que consideravamos falta de atenção e cuidado dispensados. Em determinado momento, conseguimos que fosse reparado um acto de vandalismo praticado contra o mesmo.

No entanto, outras situações que careciam de alteração para ser admirada em toda a sua plenitude, só agora foram rectificadas. As colunas de iluminação que não permitiam a visão plena do painel. Desde 2007, tínhamos solicitado a sua retirada para o outro lado da via: finalmente foi realizado esse trabalho.

Faltam alguns pormenores como a limpeza do mural com água desmineralizada, a remoção da sinalética de transito e um aviso a proibir afixar publicidade sobre os azulejos como alguns fazem.

Não será um custo incomportável, apesar das condições de "austeridade" que nos amarguram a existência: Autora relativamente ao seu processo criativo disse  "pretendi com a figuração despertar a imaginação e proporcionar um certo bem estar a quem vive ali o seu dia a dia.Pensei nos alunos da escola que fica próxima do local dessa intervenção" (Escola Secundária Leal da Câmara). É necessária iluminação condigna para que mesmo de noite a obra possa ser admirada e  beleza das imagens transmita  a mesma clara e radiosa sensação do belo que á luz do sol "proporciona".

Oxalá os jovens estudantes das escolas próximas se tornem guardiães e admiradores duma obra de arte,pensada por Graça Morais, para toda a comunidade mas muito especialmente para eles.

Com a ajuda de quem ama a nossa terra, iremos continuar a pugnar pela dignificação de algo que muito valoriza Rio de Mouro e o concelho de Sintra do qual já é mais um "ex-libris".(comparar a imagem abaixo, com as que publicamos em identica data de 2010)

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D