Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo de novo a Ocidente

A árvore de Judas.

A quadra Pascal é um tempo pleno de significado, sagrado e profano os cristãos celebram a ressurreição e morte de Jesus Cristo, a passagem do Mestre para a casa do Pai. O vocábulo deriva do termo hebraico que significa isso mesmo. A anteceder o Domingo de Páscoa, decorre a quaresma, durante quarenta dias. Quarenta é o numero da preparação da espera e do castigo, este numero vem citado na Bíblia associado a acontecimentos relevantes. A antiga crença que este lapso de tempo, destruía qualquer malefício originou o hábito de colocar de "quarentena" quem sofria de infecção contagiosa.

Nos festejos profanos da Páscoa, o consumo de carne de cordeiro, deve ser uma reminiscência de sacrifícios rituais praticados por povos antigos. Simbolicamente este período remete o homem para a meditação em torno da sua existência terrena, realçando a importância de aceitar que  teremos de passar sacrifícios traições e morte para atingirmos a felicidade plena. Uma questão de fé, temática com reflexos em diversas facetas da nossa vida. Judas o discípulo, traiu Jesus, arrependido ter-se ia enforcado no tronco duma figueira. Outros admitem igualmente que judas não resistiu ao remorso e se enforcou, utilizando uma olaia, por tal facto aquela é  designada  "árvore de Judas". Talvez a olaia seja injustiçada é uma planta com um ciclo vegetativo e floral conducente a fazer crer dar frutos deliciosos, no entanto o aspecto traí as expectativas, por isso árvore "traidora", como foi Judas.

Existem alguns topónimos derivados de "olaia", aqui perto existe uma "Avenida das Olaias" em cujo passeio foram plantadas espécimes daquele tipo, "traições" à parte em plena floração como hoje são bonitas.

Boa Páscoa. 

TEMPO DE PÁSCOA E SUA RELAÇÃO COM A NATUREZA

O período Pascal pode ser motivo para diversas reflexões,conforme o significado que lhe seja atribuído. Na nossa civilização "judaico -cristã" a Páscoa está relacionada com o Equininócio, quer dizer igualdade de luz e trevas, porque nesta ocasião a parte clara do dia é idêntica a parte escura. Segundo os ensinamentos transmitidos ao longo de gerações todos nós só dispomos na nossa vida de um dia dividido em vinte e quatro horas. Deste modo a unidade de tempo que define a vida é a HORA ,daí dizer-se :chegou a hora ,em boa hora ou há horas para tudo.

A Páscoa ou melhor o Domingo de Páscoa por ser a primeira festa móvel regula todas que se seguem, entre as quais a de Quinta Feira de Ascensão, dia em que segundo as escrituras Jesus teria subido ao céu. Para não se confundir com a Páscoa judaica a Igreja Católica celebra o Domingo de Páscoa, no primeiro Domingo depois do quatrozeno da Lua de Março, ou seja aquele que se segue à Lua Cheia mais próxima do equinócio da Primavera a 21 de Março. Deste modo a Páscoa não pode deixar de ocorrer no espaço compreendido entre 22 de Março e 25 de Abril.

Apesar do cariz sagrado a ela atribuído, a relação com o ritmo da natureza está demonstrada. Na maioria dos casos calha em Abril

que deriva do latim "aperire" porque parece que a terra se começa a abrir para dar novas produções, a Páscoa é o tempo de passagem para uma nova realidade.Todavia a Páscoa também simboliza o meio, o lugar da virtude, porque antes decorrem os quarenta dias da Quaresma e após começam a contar os quarenta dias para a Ascensão. Curiosamente na região agricola que circunda Lisboa a Quinta -Feira de Ascensão é o dia do Feriado Municipal de: Alenquer, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Mafra, Sobral de Monte Agraço, Vila Franca de Xira, Benavente e Cartaxo. É um dia santificado muito importante e está relacionado com a preparação da colheita dos cereais.

A Páscoa na nossa região é a ocasião em que florescem as "pascoínhas" de  que deixamos uma imagem recolhida perto de Sintra.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D