Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo de novo a Ocidente

CORETO ÚNICO EM PORTUGAL. SONHO DE PORFIRIO PARDAL MONTEIRO

P3304031.JPG

 

P3304035.JPG

Edificado no Largo principal de Pêro Pinheiro, Município de Sintra deparamos com espaço destinado a execução concertos musicais ao ar livre, popularmente conhecido "coreto".

A construção prende atenção pela beleza das linhas arquitectónicas, esmero dos pormenores a qualidade da pedra. Pressentimos estar perante obra de mestre, assim é. A obra nasceu do engenho e arte de Porfirio Pardal Monteiro, arquitecto ilustre e genial, natural  da terra .

Ofereceu o coreto em 1954, três anos antes de falecer, para possibilitar a antiga e prestigiada banda filarmónica de Pêro Pinheiro, pudesse dispor de "poiso" onde tocar para  os habitantes do burgo.

As características acústicas são de grande qualidade, permitindo que melodias tocadas sejam escutadas com nitidez e amplitude únicas. Pardal Monteiro quis homenagear o berço natal, com realização ímpar. Os seus patrícios retribuíram, atribuindo ao largo, o seu nome.

Permitem discorde; face  carácter de beleza material e simbólica  da obra o largo deveria  ser denominado: "LARGO DO CORETO OBRA DE PORFIRIO PARDAL MONTEIRO SUBLIME ARQUITECTO".

HOSPITAL DE SINTRA. "HOSPITAL PORFÍRIO PARDAL MONTEIRO "

Foi assinado hoje, com pompa e circunstância o protocolo destinado a concretizar a construção de uma unidade hospitalar,para servir a população do segundo mais habitado município de Portugal.

Fazemos votos sinceros para que tal aconteça, não só necessário mas também, justo os sintrenses merecem!

No longínquo ano 1924 um dilecto filho de Sintra,  ilustre arquitecto Porfírio Pardal Monteiro, elaborou a pedido da Santa Casa da Misericórdia de Sintra, o projecto de ampla e moderna unidade hospitalar. Infelizmente por vicissitudes várias, uma das quais a revolução direitista de 28 Maio 1926, a obra não passou do papel.

Oxalá seja finalmente construido o nosso hospital. E já agora porque não dar o nome do Arquitecto Porfirio Pardal Monteiro? 

A sua memória e obra merecem ser lembradas.

Hospital da Misericórdia de Sintra.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D