Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo de novo a Ocidente

AS ALDEIAS "JULIANAS" - SEM VOTAÇÃO OU CONCURSO

Iniciamos hoje o roteiro das aldeias cujo topónimo situação geográfica, características urbanísticas e  paisagísticas despertaram a atenção.

Começo pela Codiceira que integra a freguesia de São João das Lampas no Município de Sintra, área Metropolitana de Lisboa. Estende-se o casario do aglomerado por zona relativamente extensa do planalto das Lampas. É povoação de existência secular , em 1758, segundo as memórias paroquiais "pombalinas" albergava 33 moradores ,  sofreu danos provocados pelo terramoto de 1755.

O significado do nome foi objectivo que procurei alcançar, depois de pesquisa aturada encontrei  solução.

Codiceira deriva de codesso, arbusto da família das giestas, nomeadamente das de flor branca também conhecidas por giestas das sebes. Destes codessos confeccionavam-se vassouras para varrer o chão,utlizar na construção e  "rarer" os fornos. Na região da Codiceira abundava  planta de nome  "ESTORMO", espécie de urze,  com maior grau de dureza,  com a qual os habitantes faziam vassouras. A existência de "vassoureiros", está documentada. O termo codeço designava as vassouras "codessais". Assim o topónimo surgiu para apelidar a terra onde se faziam vassouras,indepentemente serem ou não de codessos.

 Codesso, grafia coeva, passou a codeço,  oralmente o "é" das palavras pronuncia-se como "i", finalmente por sucessão de "acidentais" deslizes fonéticos chegamos a CODICEIRA, aldeia das vassouras. Varremos, uma dúvida, não para debaixo do tapete.

P7105582.JPG

 

P7105583.JPG

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D