Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo de novo a Ocidente

O ARCADE NOSSO PATRÍCIO .

Celebremos a Primavera relembrando versos de Domingos Maximiniano Torres. Sintra, Rio de Mouro 1748, Forte da Trafaria Almada 1810. Dedicamos uma vez mais a "brilhantes humoristas" preclaros eruditos, para quem os subúrbios e  gente que lá habita não passam de motivo inspirador para as  suas "chacotas". Há mais! por "ora" leiam este...

         

 Sentar-te-ás junto a nós no feno brando

Teu rebanho por entre estas verduras

com o meu pascerá o ervoso prado

E gostará do (rio) Mouro as águas puras

Se o sol nos aquecer demasiado

perto uma lapa está musgosa e fria

lugar ameno as ninfas consagrado

Nele me disse Dafnis, que algum dia

De perseguir os cervos descansado

na sesta ardente Pan adormecia

Mil boninas em torno vão brotando 

E do forro viçoso do rochedo

Revêem brilhantes linfas gotejando.

 

P2183819.JPG

 

 

OS CENTENÁRIOS PLÁTANOS DA VOLTA DO DUCHE NA VILA DE SINTRA

O meu querido amigo e ilustre sintrense José Alfredo da Costa Azevedo, escreveu no seu livro a Vila Velha (ronda pelo passado) e relativo a Sintra: "a volta do Duche". Já aparece referida num documento de 19 de Junho de 1888, com a designação de "Estrada Nacional nº88 que desta vila segue para Mafra".     

No entanto segundo outro de 1868, para a construção do lanço da estrada de "Cintra àVila Estephania" foi expropriada, pelo Ministério das Obras Públicas do Reino, uma parte da quinta denominada do "DOUCHE"pertencente a José Carlos O`Neil, sita na freguesia de S. Pedro, Concelho de Sintra.

Parece deduzir-se destes elementos que primitivamente a volta do duche foi aberta para ligar a Vila, ao seu "subúrbio" da Estefânia, como se dizia na altura, só mais tarde integrada na estrada 88, que durante o consulado salazarista, passou a designar-se EN.249.

Assim os plátanos que crescem na da volta do duche, no espaço que vai da actual fonte mourisca, e o local  de paragem dos autocarros de turismo, devem ter sido plantados por essa época, são pois centenários. A grossura dos  troncos impressiona. Temos escutado comentários do tipo"que idade terão?"

Atendendo ao numero de visitantes que passam junto às árvores, seria útil com uma informação sucinta em diversos idiomas, chamar a atenção para a provecta idade dos plátanos, e assim adicionar um motivo para admirar mais uma singularidade de Sintra.

Curiosamente o marco quilométrico da citada EN249, colocado na berma, um pouco antes da entrada para o jardim "PARQUE DA LIBERDADE", tem numa face a indicação Sintra (Estefânia) 1Km. A volta do duche surgiu para permitir acesso fácil entre Sintra e o seu novo "bairro" extra-muros, só mais tarde foi integrada numa estrada nacional, todavia agora pertence ao património Camarário.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D