Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo de novo a Ocidente

O CARVALHAL DA TAPADA DAS MERCÊS

A Tapada das Mercês é uma localidade do Concelho de Sintra, associada injustamente, a um projecto urbanístico pouco "exemplar". Mas essa opinião  resulta de preconceitos alicerçados em conhecimentos pouco fundamentados...

A primeira fase da urbanização foi concebida por um conceitado gabinete de  arquitectura para a empresa Cintra Construções  dirigida por um empresário de muito mérito. As sucessivas alterações e os tempos conturbados vividos no pós 25  de Abril permitiram a alteração do essencial da ideia original.
Estamos todavia, num local privilegiado quer do ponto de vista histórico quer das tradições. As Mercês são o local onde há mais de duzentos anos se realiza uma feira anual onde é possível degustar pratos típicos como a CARNE DE PORCO AS MERCÊS e as PERAS COZIDAS. A antiga Estação Ferroviária ganhava quase sempre o prémio de Estação mais cuidada em concursos promovidos pela CP.

Os terrenos da Tapada pertenceram durante séculos à casa Pombal. Foram esses donatários que mandaram construir a Capela de Nossa Senhora das Mercês que ainda existe de onde saí anualmente, no último dia da feira, uma procissão em honra do Orago.

Quando foi criada uma Escola Agrícola na Granja do Marquês, actualmente Base Aérea  de Sintra, existia também na TAPADA um colégio que servia de complemento à escola.

Do coberto vegetal primitivo ficaram algumas árvores de que se destacam uns antigos castanheiros no terreiro da Capela e um pequeno  CARVALHAL na mata contigua à Ermida. Para terminar convém lembrar que durante a primeira metade do século XX famílias da burguesia Lisboeta, procuravam as MERCÊS, para passarem o Verão por ser um local aprazível e de fácil acesso.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D