Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tudo de novo a Ocidente

DIÁRIO DE QUARENTENADO NA RINCHOA RIO DE MOURO - SINTRA

Tentando ocupar tempo de clausura domiciliária,seguindo avisos de modo contribuir para tentar conter  propagação do vírus gripal,vou arrumando papelada.Tenho serias dúvidas no resultado deste " tratamento ". Não quero ser acusado incumprimento; se ficar convencido da incongruência da medida mando tudo as urtigas e retorno para as minhas caminhadas diárias. A ver vamos.

Voltando a temática inicial, deparei num dos anárquicos dossieres onde deixo esquecidos alguns papéis, pagina do Diário de Noticias  de 25 Outubro de 1990,já la vão tres décadas.

Na rubrica SOCIEDADE aquele jornal dedicava página a duas escolas do concelho de Sintra : Secundária de Rio de Mouro, ( Leal da Câmara ) e  C+S de Queluz, no Pego Longo. Jornalista dava nota muito positiva ao estabelecimento de Rio de Mouro e chumbava a de Queluz considerando ,  lástima e exemplo de degradação.

Isso, pretendo aprofundar noutra ocasião; na data referida,  como ilustra imagem final deste post , havia chovido imenso , acesso a escola de Rio de Mouro, porque a empresa urbanizadora da Rinchoa, Urbanil, construiu por imposição de alvará, passagem desnivelada sob caminho de ferro, e não havia feito os acessos,a rua ficou verdadeiro pântano lamacento, com acentuados sulcos abertos pelas enxurradas, tornando a circulação impossível. Sempre caia chuva, como na ocasião,  muitos  alunos da Leal da Câmara, escorregavam, chegando a casa sujos como houvessem praticado qualquer jogo na lama.

Sei bem como era porque as minhas filhas frequentavam a escola na altura, lembro como, de vez enquanto, apareciam no domicilio.

 Gosto avivar memórias, para realçar devidamente os trabalhos  actualmente as autarquias, Município e Junta de Freguesia estão a executar para endireitar o que nasceu torto.

Esta coisa de " viroses " não é da agora, vem de longe como o aperitivo do anuncio. 

bbb1.jpg

 

 

A " Antiga Capela" da Rinchoa

No espaço adjacente à nova estação ferroviária de Rio de Mouro, na linha de Sintra da unidade de transportes interurbanos da CP Lisboa, erigiram,os seus admiradores, uma estátua ao Sr. Padre Alberto Neto( 1931-1987), pároco da freguesia, desaparecido em circunstâncias trágicas. No pedestal da "memória "está a inscrição seguinte:"Foi neste local que o Padre Alberto Neto na antiga capela da Rinchoa passou a palavra aos seus fiéis".

Porventura muitos desconhecem como era o aspecto da capela, entretanto demolida. O pequeno templo construído a expensas do urbanizador da zona a "urbanil" abriu ao culto no domingo 21  de Junho de 1970, com a presença do Sr. Arcebispo de Mitilene, D. António de Castro Xavier Monteiro pelas 13 horas.

No seguimento foi oferecido pela "urbanil" um almoço de confraternização, as diversas individualidades presentes. A imprensa da época escrevia que a empresa" está a levar a efeito alguns melhoramentos de carácter social como turísticos na bela e linda linha de Sintra, nomeadamente na Rinchoa."

A imagem que apresentamos permite ter uma ideia do aspecto paisagistico da região à data. A capela denominava-se "capela - Salão da Rinchoa". O título de Arcebispo de Mitilene era  atribuído ao auxiliar do Patriarca de Lisboa.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Curiosidades sobre o autor

Comentários - Alvor de Sintra

Quadros para crianças

Sites e Blogs de Interesse

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D